segunda-feira, 27 de abril de 2009

Dor de cabeça


Não consigo pensar em nada, minha cabeça dói demais. Já me mediquei, já cochilei, mas nada disso adiantou. Vou dormir mais cedo.

É isso.

sábado, 25 de abril de 2009

Bienal



Bem, o dia amanheceu com sol. Ontem rolou Bienal e vocês acreditam que não achei um livro pra comprar??? O evento poderia ter sido melhor, um pouco mais organizado, mas valeu a pena. Tinha uma "Praça do cordel" onde tinha alguns poetas recitando suas poesias. Fiquei com uma pontinha de raiva por ouvir coisas que se encaixavam no dadaismo. Não sei se é a modestia que toma conta de mim, mas eu escrevo também, pow. Ainda vou voltar a alimentar meu sonho de escrever meu livro. Mesmo que seja para ficar encalhado em algum sebo. Ah, fui na Bienal com Biel e nos divertimos um pouco. Diversão mesmo foi em colinas, primeiro quando encontramos Ciça e ficamos sabendo de algumas historias que vagueam na cabeça de Wendel. Depois eis que chega Deus, resenha a noite toda. e ainda peguei a BR para voltar pra Salvador.


Meu que vício é o twitter, cada vez mais adoro aquilo.

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Dias de sei lá


É, sei lá o que anda acontecendo comigo. Tinha planos para ir a palestras, de ir na Bienal.. me encher de cultura, mas depois que começou a chover, só me enchi de preguiça e vontade de ficar em casa, curtindo um nada a fazer. E nesse curtir um nada a fazer, fico na net de bobeira e nessa de ficar de bobeira, conheci o twitter. [http://twitter.com/mamontes] e esse negócio parece legal. Vamos ver no que vai dar. Por enquanto tô aprendendo a usar essa ferramenta, parece ser legal. Parece um diário e todo mundo conversa com todo mundo sem precisar ingressar em uma comunidade ou algo assim, parece mais comentários de fotos em orkut. E falando de redes de relacionamento, me basta o orkut, [http://www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?uid=3340585599103568767&rl=t] é.. chega de propaganda de meus perfis e afins.
Tudo o que eu mais queria nesse momento, era que minha cólica passasse, minha enxaqueca sumisse e que entrasse dinheiro em minha conta sem eu ter que precisar de trabalhar [mera ilusão eu sei]. Pelo menos já assisti a dois filmes. E que venha mais cinema. que venha mais show e que venha com isso a minha falência. Preciso mesmo descansar e colocar a cabeça no lugar.
No post anterior esqueci de falar que no buteco que fui com Biel.. tinha um carinha tocando um mini-acordeom.. onde esse mundo vai parar.

Bom por hoje é apenas isso. E que caia mais chuva nesse mundão de meu Deus.

terça-feira, 21 de abril de 2009

Dias de chuva


Dias de chuva me faz refletir sobre o que eu quero da vida. É tão bom ficar em casa, olhando o tempo pela janela e pensando: e agora? o que faço? por onde começo? Estou assim cheia de dúvidas, mas consigo me divertir. Tudo que mais preciso no momento é descansar um pouco e nada como um tempo frio. sinto falta de algumas pessoas que estão se afastando de mim e eu nem sei qual o motivo desse afastamento.

E anoitece e o frio aumenta, vontade de deitar na cama e ler um livro, mas o vício da internet me prende e não sei mais como me curar disso.


Ontem rolou cinema com Biel e foi muito divertido, começando pelo engarrafamento dentro do estacionamento. Passamos por três shoppings, comemos pizza e ainda tive um certo "medo" assistindo o filme.. mas essa parte eu pulo. Encerramos a noite com a Boazinha, nem ia beber, mas não sei resistir. Tá certo que derrubei meu copo antes de todos...

sábado, 18 de abril de 2009

Carência

Dia de chuva, como esperei depois de tantos dias quentes por um dia assim. E uma das coisas que mais amo é dirigir na chuva [e passei o dia quase todo assim: dirigindo *-*], bom seria se The Doors tivesse rolando no som.. ia ficar perfeito, perfeito não, divino. E que amanhã tenha mais um dia frio como o de hoje.
Aproveitei bem alguns dias descansando, mas no fundo sinto uma certa preocupação, sei que devo pensar em falhas e sim que ainda não consegui. E nem quero muito pensar nisso pra não começar a acreditar que sou uma inutil. E os pensamrntos possuem força de atração.
A noite fiquei com o corpo em casa e o pensamento no show...
Algumas coisas se passam em minha cabeça. Um turbilhão de pensamentos confusos e certeiros para me deixar enlouquecida. Sinto apenas, no momento, uma falta de colo e nada mais. Sei que é fase e isso vai passar.

domingo, 12 de abril de 2009

100

Saber fazer amigos e estar ao meio deles, rindo, conversando, bebendo, jogando e com diversão; esse foi meu sábado de aleluia. E fico pensando, nem conheço o pessoal há muito tempo e fui bem recebida. Creio que o carinho, a atenção que se é dada e prestada fazem a diferença, um sentimento que preservo e faço questão de estar sempre regando é o da amizade. Mesmo tendo alguns amigos distantes, outros brigados. Também não é fácil agradar a todos e nem ser agradada.

E nesse atual momento, sinto que tenho que me afastar de algumas pessoas para não sofrer mais. Por mais que goste deles como uma segunda familia, com quem convivi por muitos anos... uma emoção que nem consigo mais descrever. Apenas dizer que dá uma dor no peito e uma saudade imensa de tudo. E assistindo a uma repostagem do fantástico, fiquei com uma pergunta na cabeça: "Qual memória você gostaria de apagar da sua mente?" Eu apagaria sete anos da minha vida.

Bem.. ter amigos é tudo, é o mais precioso tesouro que tenho em minha vida e isso supera qualquer sentimento de amor, raiva, ódio, saudade.

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Páscoa

E viva o vinho! ele vai me fazer dormir durante todo o dia de sexta-feira. Estarei isolada e sonhando.. hehehee

quarta-feira, 8 de abril de 2009

o que sou?

           

Isso foi o que me perguntei durante todo o dia: o que realmente eu sou?  Será que me conheço o suficiente? Das coisas que sou capaz de fazer? Sou uma mulher carregada de incertezas, de medos.. entretanto também tenho minhas certezas e vitória. Sonho em seguir projeções  e metas traçadas nos pensamentos, tá certo, na maioria das vezes me desvirtuo do que planejo, mas sempre chega um momento em que tenho que colocar os pés no chão e parar de sonhar. Eis que vivo nesse momento.

   

Chega de ficar a esmo, como um barco à deriva, sem direção. Não quero mais hesitar nas minhas escolhas, queria apenas me sentir menos complicada que ontem. Hermetisma, assim que me sinto hoje, estou sempre em busca de algo que nunca encontro.. 

             

Mas, finalmente, o que eu sou? Hoje sei que sou apenas uma desempregada, também sou guerreira e algumas pessoas que se importam comigo. Obrigada a vocês, sempre..

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Mundo surreal

         

Ai, já não sei mais o que fazer e nem o que seguir no quesito coração. Foda demais isso. Tô tomando aversão a algumas pessoas, às vezes acho que não me encaixo no mundo de ninguem. Hoje foi meu primeiro dia útil no desemprego, mas parecia um dia de folga. Mas ainda quero descansar uns dias e depois cair na batalha de fazer cursos.

Cada dia que passa me apaixono mais por Xuuu

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Livre

               
                
                                  
O que é a liberdade? Antigamente era um sentimento de salvação para escravos, pessoas essas que eram aprisionadas em suas residências, mandados em navios para colonias para servir de mão-de-obra, separados de suas famílias, sem lar, sem aconchego, sem vida. O que tem a ver o que estou escrevendo??? Era assim que eu me sentia em relação ao trabalho em callcenter. Lá me sentia uma escrava e agora me sinto livre. Já não me sentia feliz, mas você deve se perguntar "então porque trabalhou lá??" Te respondo, eu achava que poderia crescer dentro da empresa.. tentei e não consegui. Já não me sentia mais feliz e isso conta muito no rendimento do trabalho. conheci muitas pessoas interessantes, vou lembrar com imensa saudade de tudo o que passei por lá, de quando entrei, dos treinamentos, de colegas de trabalho, de supervisores e dos amigos que lá conheci. Sim, hoje terminei de cumprir minha jornada de trabalho e agora sou mais um número que faz parte do desemprego.
               
                    
Mas não estou triste, estou pronta para novos desafios e essa foi a meta que trilhei para o ano de 2009. Inovando e vivendo um dia chego ao meu paraíso. Agora é pesquisar cursos e não me acomodar. Vamo que vamo que o ano tá apenas começando!
                     
            
P.S Estou de volta ao blog!