quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Ser feliz

Sabe aquela coisa de ficar dando ouvido a lamúrias, tristezas e desconfiar sem motivos?? Cansei disso e escolho ser feliz, me divertir e ser mais eu!

sábado, 15 de outubro de 2011

rotina, rotina, rotina

O que é que eu vou fazer agora se o teu sol não brilhar por mim.. calma, isso não é a música do Cidade Negra, mas é um questionamento do que quero fazer comigo mesma. Mas uma vez volto a minha velha rotina de procurar trabalho, não tô triste e nem feliz com isso, sinto-me indiferente. Usando aquele velho jargão: eu sei que o sol vai brilhar pra mim. Tenho fé que isso vá acontecer um dia.

Mas voltando a indiferença, nossa.. de pensar que já fui tão carinhosa, atenciosa e que hoje em dia é tanto fez, como tanto faz. Queria me sentir conquistada, ter um companheirismo legal, sem cobranças, com diálogos, mas isso é tão surreal. nem sei porque tô falando disso agora.. deve ser um desabafo do inconsciente. Daquela esperança de que algo mude e que nao me faça ficar nessa mesmice de esperar, esperar, esperar... e continuar esperando. Enquanto isso, tô vivendo um pouco, não da maneira como suspeitava que fosse, mas vivendo, saca?

E enquanto isso, a rotina volta a ser aquela velha companheira. Envia curriculo, entrega curriculo, aguarda uma resposta, faz uma entrevista e blábláblábláblá...

Pensando em ir à praia durante a semana, assim, enquanto todos trabalham e levam a vida, eu saio um pouco da rotina e mergulho no marasmo das ondas do mar.. tentando enxergar além do infinito.