domingo, 14 de dezembro de 2014

Que ano!

Em 2013 não fiz minha resenha de final de ciclo, quebrei uma nova tradição, mas esse ano estou retornando.

2014 começou bom. Porém foi um ano de muito estresse emocional.Um ano que tinha tudo pra ser um cu bem redondo. Descobri mentiras, e mais mentiras de pessoas ao meu redor que nem fazia idéia que poderia agir de tal maneira. Foi um ano de verdadeiras desilusões. E todo esse sofrimento amadureceu mais crescimento em mim. Foi também de superações. E uma das parte que mais me deixou a flor da pele foi descobrir meu problema na tireoide. Isso me fez emagrecer, me fez ter crises de ansiedades até entender que na TPM meu humor mudava radicalmente por causa da quantidade de hormônios em ebulição. Ainda não sei ao certo o que eu tenho, mas são nódulos e cistos que a medica achou melhor esperar mais um ano pra observar melhor.

Chorei demais em 2014, tudo o que não chorei em 2012. Momentos de muita tensão.. apenas mais um. Enfim é isso. Para qualquer entrega sempre haverá de ter um limite.

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Stress

Essa é a sensação que me acompanha diariamente. Seja em casa, no trabalho, na academia. Nada me faz acalmar, até espasmos na narina direita ando tendo e isso só me deixa mais nervosa. E sinto que cada dia mais essa sensação vai crescendo. A velha rotina anda me consumindo. Preciso desopilar a mente, correr, gritar, espancar um saco de areia.. qualquer coisa.

Mas enquanto me sinto desestimulada para fazer qualquer coisa, acho que a solução mais rápida é procurar um floral de Bach, continuar na permuta de dengo com Xu e seguir em frente.

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

=]

E com você quero ir sempre além...


sexta-feira, 18 de julho de 2014

Saudade

Hoje a saudade me invade. Não aquela saudade triste, mas sim aquela do tempo que tudo era simples. A conversa fluía com sensatez, não existia o lance da desconfiança e nem do achismo. Era tudo direto, sem rodeios. O dia-a-dia seguia sem tropeços. Uma pena que alguns pontos ao invés de evoluir parecem retroceder e a desconfiança passa a falar mais alto, devido a pequenas falhas cometidas. Daí um pé passa a ficar sempre atras, um olho aberto e outro fechado... é chato quando chega a esse nível. E o esforço para mudar o quadro parece ser em vão. O que fazer então? Desistir? Continuar tentando?

Mas quero continuar o tempo do saudosismo, onde o que importa é viver o dia de hoje, sem ligar para o que possa acontecer amanhã.

Aqui, provavelmente vai chover.

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Bipolaridade?

Não creio que seja isso, mas consigo notar melhor minhas alterações de humor. Agora sei que existe um motivo para isso, que não é apenas na TPM que isso ocorre. Essa troca de humor, nervosismo, irritação são comuns. Mas nunca tinha pensado que eram alterações consequentes do problema na tireoide. Foda! Hoje estou me sentindo sensível demais, querendo chorar sem motivos, também é uma das consequências. Prefiro me isolar, ficar respirando fundo... deixando que minha mente fértil trabalhe sozinha e escrevendo coisas aleatórias do que brigar com as pessoas ao meu redor. Ficou mais rotineiro ouvir que estou bruta ou outra qualidade do gênero, mas agora sei que não é porque eu quero..

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Diagnostico

Recentemente fui diagnosticada com alterações na tireoide. A médica que fez minha ultrassonografia, me deixou bastante assustada, falou que tinha nódulos e cistos. Passei duas semanas em pânico, sem conseguir conversar, me alimentar. Perdi quase q dois quilos em uma semana. Porém a descoberta foi feita depois de uma severa dor estomacal, o médico passou o exame para fazer e na consulta perguntou por duas vezes se existia histórico de câncer na família. Juntando a consulta com o dia do exame, o resultado foi uma beleza, quase uma semana de angustia, sem saber ao certo o que eu tinha. Por fim o endocrinologista pediu para fazer acompanhamento anual. Mas ainda assim fico pensando no que essa alteração hormonal toda pode me provocar. Lendo em alguns sites, descobri que mau humor está intimamente ligado a problemas de tireoide. Cansaço, sonolência, falta de ânimo.. tudo isso sofre influência dessa pequena glândula. E comigo não está sendo diferente. Já vinha sofrendo de alterações de humor há muito tempo e sem desconfiar a causa.
esmo sabendo que não é nada grave, estou tentando me cuidar, pelo menos no aspecto psicológico. E olha, não é nada fácil.

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Sumiu???? Obrigada!

O que pensar de uma pessoa que, achava eu, se fazia presente e amiga por meio da internet. Anos de conversa e depois puff.. a pessoa some, desaparece, não responde sms, nada. Só consigo pensar: nunca foi meu amigo ou minha amiga. Bom o melhor que fiz foi banir: apagar numero de telefone da agenda, contatos ou qualquer rastro de lembrança. Não gosto de agir dessa maneira, mas foi a solução encontrada, procurei, tentei conversar e fui ignorada. É melhor assim, manter a mesma distância, se ao menos eu soubesse o motivo, faria mais sentido. Faria, pois agora não faz mais.

Enquanto isso, me sinto mais feliz. Mesmo sem ir a academia pela dor constante na panturrilha. E aquela saudade no peito que vai amadurecendo e se fazendo presente na rotina.

quarta-feira, 26 de março de 2014

Às vezes tenho a sensação de que estou "perdendo" espaço, que não sou bem vinda ou que estou de escanteio mesmo. Sensação esquisita e chata de sentir.

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Tristeza

Passar três dias sentindo uma tristeza sem fim, brigando a toa e chorando sem parar... o melhor foi receber colo de quem amo e reencontrar um pouco de paz.

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

o dia a dia

Mudanças são inevitáveis em certas ocasiões, tipo trabalho, cor de cabelo, corte.. E quando estou perto de cair na rotina eu analiso o que me acontece ao redor.. sou dura comigo mesmo pra evitar ao máximo magoar qualquer pessoa. Sofro com a saudade, viajo em altas nostalgias, fico emburrada e começo a desconfiar de tudo e a me encher de dúvidas. Mas então percebo que estou entrando na noia e relaxo um pouco.Procurar agulha na palheiro, sabendo que não caiu nada por ali é uma das minhas tarefas de querer saber se tem alguma coisa errada no meio de tanta perfeição. Tá, existe umas doses de exagero em quase tudo que imagino. O pensamento voa muito além da imaginação. Enfim, ocupar a mente de qualquer maneira: livros, séries, jogos, academia e tentar não me apegar a detalhes que não valem a pena