quinta-feira, 28 de maio de 2015

Aos pouco tô aprendendo o desapego. Pensando mais em mim, no que sinto. Cuidado comigo mesma, pois assim estarei valorizando o meu amor próprio. É difícil, mas nunca impossível. Pois quando passamos a dividir momentos com a companhia de outra pessoa, focamos para que a outra pessoa se sinta bem, esquecendo um pouco de  mim.

Tudo vai bem, vai fluindo bem, mas preciso também focar em mim. Eu me amanda mais, estarei valorizando o amor ao próximo também.

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Por mais que não tivéssemos afinidades, a gente se conhecia.. E já compartilhamos de momentos felizes, divertidos.. Essa é a lembrança que vou guardar..

E fica o choque de saber que uma guerreira se foi

terça-feira, 19 de maio de 2015

Mais uma nostalgia

Muito tempo sem escrever nada.. Sem me expressar. Queria que esse ano eu pudesse voltar a escrever, mas eu acabo esquecendo. Estou desleixada comigo mesma. Sem vontade de fazer as pequenas coisas que gostava tanto. Enfim, foi como eu estive pensando e conversando com um amigo. Ando sentindo falta do passado. Da liberdade que eu tinha em fazer o que gostava, não que hoje tenha alguém me impedindo, pelo contrário. o que me impede é essa maldita e abençoada internet. Que me afugenta do convívio social, que me faz parecer ser antissocial, ou uma pessoa chata que reclama demais. A internet me transformou em tudo isso.

Mas eu gostava de ter meu amigos por perto, quando nossa única prioridade era diversão, jogar conversa fora ou estar em uma roda de violão cantando.

Isso tudo me faz falta hoje, me peguei e me prendi nessa lembrança. Nada mais voltará a ser como antes.