quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Acreditar


Nas minhas últimas postagens dá pra perceber nitidamente o quanto ando desanimada. É falta de trabalho, é falta de reconhecimento. Cheguei a fazer uma entrevista, mas não me senti bem recebida no setor. Falta de atenção é algo que pode ser determinante na vida. Não foi apenas pela falta de atenção que deixei de trabalhar naquele setor, teve outros fatores que ajudaram a contribuir e que não vem ao caso mencioná-los aqui. Depois dessa decepção, veio um cansaço incrível e junto uma nova dor nas costas. Sendo que dessa vez dói apenas o lado esquerdo. Fui ao médico e ele 'acha" que pode ser hérnia. Como o médico diz que acha se ele nem me perguntou onde dói exatamente? Juntando essas pequenas coisas, deixam-me sim, desanimada com a vida. Sonhar, apenas já não é o bastante e nem o suficiente.

Eu acredito em mim, mas em outros momentos isso torna-se impossivel. Eu sei das coisas que sou capaz. Sei que posso fazer coisas que nem eu mesma acredito em realizá-las. Contudo, no momento, sinto-me incapaz até mesmo de admirar a chuva que cai lá fora e sentir na face a suavidade do vento gélido.

Vou-me ocupar de algo pra pensar.. Até mais.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Desabafos II

Tudo o que eu mais queria era apagar certos acontecimentos de minha vida. Tenho minha consciência tranquila em tudo que fiz ou faço, mas existem pessoas que esquecem o modo que sou e passam a acreditar em mentiras contadas. até quando terei que aturar isso tudo? às vezes queria agir igual a uma louca ou psicopata e começar a me fazer de desentendida e arruinar a felicidade de quem tenta me deixar sempre pra baixo. Mas eu não tenho coragem de interferir e, pra falar a verdade, isso nem combina comigo. Sim, eu ando triste com algumas coisas e por isso sumi. E vou continuar sumindo. Existem tantas pessoas que se dizem amigas, mas que somem (alguma razão elas devem ter).

Ainda continuo me sentindo vazia e só.