quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

2009

Um ano que foi vazio, está chegando ao final. Por mim, vai tarde, pois já deveria ter ido a muito tmepo.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Gratidão.


Sempre quando está perto do dia do meu aniversário eu sinto algo diferente dentro de mim, coisa que não sei explicar ao certo. É uma magia diferente, como se fosse um dia especial, com várias borboletas no estômago. Quem me conhece de longas datas sabe como amo o meu dia, pois fazia contagem regressiva para lembrar a todos. Entretanto esse ano não senti nada disso. Quando o dia chegou, não senti como se fosse o meu aniversário, não teve a música dos patinhos cantando parabéns (como estava habituada a acordar, pois minha mãe fazia questão de me acordar assim, isso agora fica na lembrança..) contudo, fiz questão de me manter feliz.

Poucas pessoas me ligaram, algumas mandaram sms e muitas outras falaram comigo pela internet: ora através do "conversador de almas", ora através de recados no orkut. Ouvir coisas do tipo: "feche os olhos e faça um pedido", é legal e anima. Até quem eu não esperava de falar comigo, falou: meu ex-namorado e minha prima. Essa última fez questão de me ver e dar um abraço. E quando nos reencontramos fiz de um tudo para não chorar. Conversamos e na despedida, outro abraço forte.

Depois foi hora de sair com amigos, bebi um pouco. E pra finalizar a noite recebi ligações do Rio de Janeiro e de São Paulo. Não sei porque motivo, quando comecei a falar com Rapha, tive uma crise de choro. Nunca tinha chorado tanto no dia do meu aniversário. E ontem foi a primeira vez. Não é fácil segurar tanta emoção. E como mandei para uma colega de trabalho, eu encerro dizendo: Completar 33 anos de vida foi vivenciar um dia de emoções.


segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Vamos lá


Já virou tradição fazer um restropecto de como foi o ano. E lembrando que ano passado ganhei uma festinha surpresa com direito a vinho e depois comemorar com uma pessoa que foi o meu presente de aniversário. Foi um dia feliz e que até hoje agradeço. Sei que amanhã não vai ser igual, mas pode ser melhor. Só depende de mim querer.

Bem, esse ano foi quase vazio. Sem muitas novidades. Inicio do ano fiz meu piercing, saí do callcenter e voltei a dormir. Sentir insônia é algo dificil hoje em dia. Aquele ambiente estava relamente me deixando pra baixo, entretanto lá conheci pessoas legais e que ainda hoje se tornaram indispensáveis para mim.

Uma amizade que pensei estar concretizada, foi afastada. Outras foram criadas. E vida vai continuando. Planos continuam não dando certo, ainda. já me sinto cansada disso, quase desistindo e não quero falar nisso porque fico triste. antigos amigos retornaram e nisso eu enxergo que uma amizade verdadeira se afasta, mas nunca se acaba. O sentimento continua.

Só quero agradecer a tudo de bom que me aconteceu, foram pequenas coisas, mas pequenos reconhecimentos são mais valorizados do que uma irritação que sempre vai me deixar de cabeça quente.

Não sei mais escrever como antes, graças a uma vida vazia e sem novidades que tenho levado ultimamente. Mas prometo dar a volta por cima.

domingo, 13 de dezembro de 2009

Diário de uma semana na Rotina


Segunda-feira é dia de preguiça, reclamar da vida, início de dieta. Imagina então quando se é vespéra de feriado e eu ainda estou tão desempregada... sim foi o dia da predominância da preguiça. Ócio total. Acordo com telefone tocando, olho o que se passa no mundo pela tela do computador, almoço, cochilo, acordo, twitto, cochilo novamente, um banho pra refrescar e pensar em comidas gostosas. Mas me contento com um pão com ovo.

Terça feira foi dia de descontração. Saí pela manhã com meu pai e de tarde ia visitar Déa no hospital, Beatriz nasceu ontem. Mas não achei uma vaga para estacionar perto do hospital, tudo cheio, dia de feriado e a praia do porto da barra tava cheia. Entretanto meu dia não acabou ali, fui com Calli e Diego para o barzinho Santo Antônio: rodizio dos mais variados petiscos (cozinha, croquete, bolinho de queijo, bolinho de calabresa, bolinho de carne seca, batata-frita, aimpim frito, nugget, camarão alho e óleo). Tudo bem gostosinho, ambiente perfeito para paquera. Conversar com esses dois amigos sempre me fez e fará bem. De noite casa e leitura de twitter acumulado, colher fazendinha, tirar bolinhos do forno e cuidar do pet virtual.

Quarta-feira dia totalmente inútil, sem paciência com as pessoas. Algumas simplesmente me cansam nas asneiras faladas. E atender aquele mesmo telefonema de assinatura do jornal? Toda semana eu falo a mesma coisa e as ligações não cessam. O melhor do dia foi dormir de tarde. A noite olhar as estrelas e sentir a brisa da noite foi relaxante.

Quinta-feira foi correria. Passei a tarde toda no Centro Automotivo da Pirelli, esperando a troca do óleo, da coifa e do anti-chamas. Bob teve uma tarde dedicada a ele. Depois fui cuidar um pouco de mim. Voltei a me empolgar e quero um dia de aniversário feliz.

Sexta-feira fiquei em casa, na paz, sendo acordada novamente por sms (na quinta foi assim também). Mas os sms recebi durante o dia todo. Ultimamente tô gostando de ficar em casa, sentada na frente do pc conversando com algumas pessoas. Todas não, porque também estou cansando de algumas pessoas.

Sábado de farra. Passei a tarde na festa de confraternização do trabalho da minha irmã. Churrasco, bebidas e outros aperitivos à vontade ao som de Adelmário Coelho. Depois foi comer um camarão gordim básico no Vale dos Lagos e chegar tarde em casa.. Cansei.

Domingo foi um dia de dedicação familiar. SAir com meu pai, fazer mercado, perder a manhã toda fazendo isso, mesmo que venha a atrapalhar toda a minha programação domingueira. De tarde ficar com a familia.



Bom, esse foi meu resumo semanal dos meus últimos dias com 32 anos, sei que ainda tem a segunda-feira, mas aí é dia de fechamento de ciclo. Repensar o que me ocorreu de bom nesse ano.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Mais um dia


E assim vou vivendo em mais um dia de rotina, em todo esse marasmo em que a minha vida se transformou. Aniversário chegando e ainda tenho que pensar nas minhas considerações de 2009, no que fiz de positivo, no que me aconteceu de positivo. Enquanto não chega, vou tentar aproveitar esses últimos dias antes da nova idade chegar.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

1º de Dezembro


Semana passada teve campanha "combate a violência contra a mulher", tentei pensar em um texto legal, porém não tive inspirações. Até porque violência não é apenas a agressão física, existe também a violência psicológica, onde não existem marcas pelo corpo, mas que mexe muito com o modo de pensar de si mesma. Nesse último eu fui vítima e só percebi isso depois de alguns anos, porque esse tipo de violência não é sentido no momento da hostilidade. Aos poucos fui superando e me fortalecendo. Nada justifica uma agressão.


Ontem fiquei um pouco triste por uma notícia recebida, tava um pouco acomodada pois tratava como certa a tal mudança, mas como burocracia existe.. vamos esperar. O que tiver de ser será, já ouvi tanto isso que chega a ser um mantra.

E hoje é o dia da Mu *-* e dia Mundial de Combate à Aids.





Só para constar pequenas coisas que me aconteceram esses dias:
  • Gastei minha única cota de ida à praia
  • Levei um susto pela queda da minha mãe [em consequência do susto, fiquei um dia de cama. Ela não teve nada]
  • Por conta da minha tristeza, mudei alguns detalhes no layout do blog pra tentar me animar

domingo, 22 de novembro de 2009

LuluzinhaCampBA


Finalmente ontem saí de casa um pouco para desopilar a mente. Nessa última semana fui convidada para o grupo regional do LuluzinhaCamp. Já tinha visto divulgação antes pelo twitter, fiquei naquela curiosidade de ir. Confesso que fiz a inscrição pelo site, mas querendo desistir de última hora, por não conhecer ninguém, ou de achar que esse evento seria uma reunião "de panelhinha". Foi um encontro de blogueiras [tá, eu sou blogueira de mim para mim mesma] entretanto chegando lá vi que não era apenas blogueiras, eram viciadas em internet em geral, pessoas que possuem perfil em orkut, facebook, fotologs, blogs e aquele vicio da informação instantânea que é o twitter. Teve um momento durante a apresentação que a Francine chegou a comparar aquele encontro com uma reunião dos AA. Depois de descontração das aprentações [ali fiquei sabendo que quase ninguém se conhecia pessoalmente, então descartei aquela neura minha de que teria panelhinha] e metade foi fazer aula de Yoga e outra metade buscando dicas de maquiagem com a consultora da Mary Kay. Sem contar que entre uma olhada aqui, uma foto ali, tinha lanchinhos deliciosos. Tinha até brigadeiro de copinho nham nham nham... Rolou também sorteios e o momento mais esperados pelos meninos, que a toda hora tuitava, a aula de strip e pompoarismo. Jamile foi fantástica nas observações e dicas.

Foi um dia ímpar. Pena que a Grace não foi, ela ficou de me explicar o motivo e claro que vou cobrar satisfações. O resultado desse sábado: saí de lá com novos contatos de amizades, pessoas muito descontraídas, como a Anna e Jamile e algumas outras que não consigo me lembrar o nome de imediato. Já sigo algumas dessas pessoas e elas também me seguem. Não vou mentir que tô com preguiça de copiar e colar aqui o contato de todas ahahahah. Porém posso garantir que me descontrai tanto que meu Vitória hoje voltou a ganhar e escapar dos agouros daqueles torcedores de segunda divisão que queriam matar saudades dos BAVIS em campeonatos brasileiros, mas BAVI em 2010 vai continuar sendo com o Vila Nova.




P.S.
Cada uma teve que levar sua caneca (a minha é a mais discreta)





terça-feira, 17 de novembro de 2009

Vida vazia

Tenho andado tão sem novidades, que ficar escrevendo aqui sobre coisa alguma nem vai adiantar. Nada de interessante tem me acontecido, por isso a falta do que escrever. São dias e meses assim, até tento atualizar...

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Acreditar


Nas minhas últimas postagens dá pra perceber nitidamente o quanto ando desanimada. É falta de trabalho, é falta de reconhecimento. Cheguei a fazer uma entrevista, mas não me senti bem recebida no setor. Falta de atenção é algo que pode ser determinante na vida. Não foi apenas pela falta de atenção que deixei de trabalhar naquele setor, teve outros fatores que ajudaram a contribuir e que não vem ao caso mencioná-los aqui. Depois dessa decepção, veio um cansaço incrível e junto uma nova dor nas costas. Sendo que dessa vez dói apenas o lado esquerdo. Fui ao médico e ele 'acha" que pode ser hérnia. Como o médico diz que acha se ele nem me perguntou onde dói exatamente? Juntando essas pequenas coisas, deixam-me sim, desanimada com a vida. Sonhar, apenas já não é o bastante e nem o suficiente.

Eu acredito em mim, mas em outros momentos isso torna-se impossivel. Eu sei das coisas que sou capaz. Sei que posso fazer coisas que nem eu mesma acredito em realizá-las. Contudo, no momento, sinto-me incapaz até mesmo de admirar a chuva que cai lá fora e sentir na face a suavidade do vento gélido.

Vou-me ocupar de algo pra pensar.. Até mais.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Desabafos II

Tudo o que eu mais queria era apagar certos acontecimentos de minha vida. Tenho minha consciência tranquila em tudo que fiz ou faço, mas existem pessoas que esquecem o modo que sou e passam a acreditar em mentiras contadas. até quando terei que aturar isso tudo? às vezes queria agir igual a uma louca ou psicopata e começar a me fazer de desentendida e arruinar a felicidade de quem tenta me deixar sempre pra baixo. Mas eu não tenho coragem de interferir e, pra falar a verdade, isso nem combina comigo. Sim, eu ando triste com algumas coisas e por isso sumi. E vou continuar sumindo. Existem tantas pessoas que se dizem amigas, mas que somem (alguma razão elas devem ter).

Ainda continuo me sentindo vazia e só.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

\morri

É isso mesmo. morri. Mês de agosto foi a mais insuportável prova de resistência de vida. Tudo o que tinha de acontecer de errado ou negativo aconteceu e um pouco mais. Parece que quando agosto chega, vem junto o meu adorável e querido inferno astral. E no último final de semana, tombei. E ainda hoje sinto minha coluna doer de forma horrenda como nunca senti. Ainda bem chegou Setembro, espero que tudo melhore. não tenho mais o que escrever.

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Nada..


Antigamente eu estava mais feliz, ficava ansiosa para que chegasse a sexta-feira. Mas hoje em dia, para mim, todos os dias são iguais. Todos eles são vazios, ocos. Não sinto a menor diferença se hoje é segunda ou quarta-feira. Até algumas palavras começam a perder o sentido. Nem sei mais o que escrevo, o que penso ou o que falo. Começo a me sentir uma idiota. Só os idiotas não sabem das coisas.

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Tudo o que quero



Tudo o que quero nesse momento é não sentir dor na coluna. Tudo o que quero é ser feliz. Tudo o que quero é poder tem um pouco de sono e sossego. Tudo o que eu mais queria.. era te ter aqui em um abraço com afago. Porque eu sei.. que tudo isso que eu sempre quis, um dia vai passar.








quarta-feira, 15 de julho de 2009

Confissão


Ontem eu só conseguia chorar, sentia-me um lixo na forma humana, absolutamente execrável. E como escrevi aqui, senti uma forte dor de cabeça. Antes de dormir, como de costume, fui ler um livro, até adormecer. Hoje acordei cedo e alegre [um estado raro de despertar] entretanto não sai da cama, fiquei pensando em mim, das coisas que eu gostava de quando era criança/ adolescente. E retomei a minha leitura. Digamos que o livro esteja me tirando de todo esse tormento que estava vivendo, dissolvendo uma mágoa que ainda teimava em reviver dentro de mim. Imaginei-me naqueles meus pensamentos, que outrora algumas amigas pensavam que eu era estranha, poucas pessoas sabiam desse meu desejo interior. Mas que relembrei hoje pela manhã: minha vontade de ser bruxa, vampira, de casar de preto ao som do tema da família Adams [uhauhahuahuhuauhahua, totalmente sem noção, eu sei]. Retomar esses pensamentos me fez voltar ao meu eixo, rir novamente, acordar sem fazer planos e deixar tudo acontecer, sem cobranças de mim. Sei que não irei me tornar nada disso, que esses temas são incriveis para mim, meros devaneios tolos, também sei.

Isso que estou aqui escrevendo é apenas um desabafo de como estou me sentindo, de como estou conduzindo a minha vida até agora. E hoje me sinto muito feliz e egoísta. sim egoísta por não estar dividindo isso com ninguém. E tudo que quero é ver o crepúsculo do dia mais uma vez.

terça-feira, 14 de julho de 2009

Dor de cabeça


Madrugada insone, cabeça confusa e doendo.. não, eu não tô legal hoje e nem tenho o que comentar.

Obrigada pela atenção e volte sempre.

domingo, 28 de junho de 2009

Amigos?


Bem, às vezes fica dificil saber quem é verdadeiro, quem se aproxima por interesse ou quem realmente tem afeto. Hoje fiquei um pouco triste com isso.. com essa coisa de coleguismo e amizade sincera. Algumas vezes pensei naquela lógica de "falem bem ou mal, mas falem de mim", porém até onde isso é bom? Tive vários amigos de momentos no decorrer da minha vida. A melhor amiga da infância, as melhores amigas da adolescência, a melhor amiga da escola, a melhor amiga do cursinho, a melhor amiga da faculdade, a melhor amiga do trabalho... algumas delas o contato é distanciado; com outras perdi o contato. E em muitas vezes o reencontro com essas amigas me fizeram bem e saber que o carinho nunca foi esquecido, apesar dos rumos que foram tomados na nossa vida.

A tristeza mencionada logo no inicio foi a de verificar um recurso em um "conversador de almas" uma dessas que eu achava que era amiga de infância ter me excluído dos contatos dela.. mas aí fica na mente, será que com isso ela não tem nenhuma consideração comigo? Não sei como reagir a isso.. mas esse ato me deixou um pouco triste. Queria deixar de ser besta.. apenas isso.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Fora da rotina


Ontem o dia começou chatinho, me senti triste por não ter viajado, mas em contrapartida: eu saí! E ontem o dia foi pura diversão, programação de última hora com pessoas legais sempre dão certo. E foi assim.. fui ao jardim zoológico, local que desde quando eu era pequena eu não entrava. Existia algumas jaulas vazias.. fazer o que?
Bom, foi um passeio agradável, com vista pro mar, paisagens belas e alguns locais com cheirinhos agradabilissimos.. rsrs. Depois da excursão pelo Zoo, foi hora de me divertir no trânsito.. fizemos um pit stop no burger king e depois fui comer camarões gordos e assassinos.



O dia ontem foi positivo. Brigada a Ciça e Wendel pela companhia!

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Solidão


Solidão, começo a sofrer disso quando me sinto mergulhada, quase afogada em tédio. ainda mais em pleno feriado no meio da semana, festejos juninos correndo solto.. E eu casa.. todos os planos que fiz de viajar não deu certo. Fiquei gripada e péssima, de cama.. em plena véspera do feriadão. Muito foda isso. Desempregada, gripada e curtindo o são joão em casa.. parabéns mané!

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Será que é amor?


Dias se passam e eu sempre em casa, pensando e imaginando alguém. Isso virou rotina e esse é um dos passatempos que mais gosto de fazer: sonhar, imaginar... Mas de vez em quando, também saio, para rir e me divertir com os amigos. E nesses momentos me sinto bem.

Seria tão bom se em alguns momentos eu pudesse realizar tudo aquilo que quero. Admito, porém, que às vezes algumas dificuldades dá um gosto de.. "vou lutar para conseguir" e é com esse pensamento que não desisto nunca. E vou sim esperar o momento certo de tudo isso se realizar. Acho que ainda enlouqueço de tanto que sonho... porque a cada dia esse sonho cresce dentro de mim. E eu fico me perguntando, que sentimento é esse? é curiosidade? é paixão? é amor? Quanta dúvida que me cerca, só vivendo tudo isso para saber o que é...

Enquanto isso a vida segue...


sexta-feira, 12 de junho de 2009

Dia dos namorados e noite dos solteiros


Mas eu passei o dia todo em casa e ontem no feriado também. A enxaqueca me fez companhia!

terça-feira, 9 de junho de 2009

:(


Às vezes penso que a vida é injusta, como que algumas pessoas consenguem tanto na facilidade, enquanto que eu tenho que me lenhar e nem consigo a metade. Mas fazer o que, eu quero meu lugar ao sol e um pouco de reconhecimento. só sei que me sinto mal e sei que isso vai passar.

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Desabafo


Às vezes sinto uma necessidade de dar uma mudada em minha vida, ou em algumas coisas que faço. Não sei explicar o por quê disso acontecer, mas imagino que isso seja relacionado com o que vivi no meu passado de mentiras. Não é intenção minha magoar ninguém, mas preciso sair de certas rotinas, respirar novos ares. Hoje em dia, qualquer coisa me sufoca e tenho trauma de me sentir pressionada. Sinto-me culpada, quando machuco alguém, mas também nem sinto paciência para explicar o que está acontecendo. Sei que não devia agir dessa maneira, mas é que cansa sempre tentar entender o motivo das pessoas estarem me tratando mal e quando chega na minha vez, escutar coisas do tipo que sou grossa, sem nem ao menos pensarem: "algo está acontecendo com ela". E muitas das vezes quem compreende isso, é quem não me conhece direito, porque as pessoas com quem convivo nunca sabe reconhecer meu ânimo, meu estado de espirito. Ando sim egoísta e quero apenas pensar em mim e me sentir viva.


Tem vezes que me sinto uma pessoa de alma muito ruim por não ligar pra sentimentos ao redor, uma verdadeira carrasca, mas não é por querer. Em contrapartida ainda tenho meu lado humano por gostar de quem não conheço... e não vou desistir assim fácil disso que sinto. Irei até onde for preciso, para que um dia isso se torne real, dure o tempo que durar.


segunda-feira, 1 de junho de 2009

Mal Humor


Foi uma segunda-feira perfeita: tive insonia, calor desgramento, o chuveiro ainda despencado, um avião que some.. mal humor instalado. E ainda ficam me perguntando se eu tava de TPM. Ah meu, vai se lascar. Hoje realmente não tava para piadinhas.. sem saco geral e sem paciência. Amanhã acordo melhor.

sábado, 30 de maio de 2009

Realizada



Sim, me sinto realizada por ser como sou agora. De estar feliz, de ter amigos, de saber conquistar e tomar minhas decisões de quando quero sair, com quem e pra onde. Antes eu não era assim, mas forçadamente tive que me refazer, reviver e começar tudo outra vez. Como amo a minha liberdade e reconhecer o quanto fui infeliz na vida e de como tudo se transformou. Hoje compreendo que quando acontece algo de muito ruim acontece é porque algo de bom virá lá na frente. Já sofri muito e hoje vejo a fogueira que pulei e no quanto estaria infeliz hoje se não sofresse no antes. É, a vida dá voltas e o tempo nos ensina muito e nada de reclamar de barriga cheia. A vida é bela e me sentir viva é bom demais.


Sim, me sinto realizada e mais mulher. Nada como uma tola vingança para lavar a alma.

domingo, 24 de maio de 2009

Desconstruindo sonhos.


Como que se desconstrói um sonho? Deixando de sonhar? Vivendo a vida? O que posso falar é que estou aprendendo e ter os amigos [olha eles aí de novo] do meu lado está me facilitando alguns momentos dessa desconstrução. Sempre fui de sonhar acordada, fazer planos.. mas uma hora o sonho acaba. Nada parece tomar forma e não dependia só de mim concretizar para uma realidade. E o mais chato é ficar sabendo de amigos que se separaram, outros que estão na iminência de terminar. Isso sempre deixa tristeza. Mas pelo menos tive uma emoção linda hj:


A nenem mais fofa: Valentina. E que a Nathy tenha toda a felicidade do mundo com essa gatinha lindosa!



E ontem rolou rock! Pra variar foi bom demais, aliás teve o incoveniente engarrafamento de trânsito por causa do jogo do baea.. aiiii que ódio... tive que fazer uma volta da porra, pra poder pegar Wendel, Ciça e Dani. Mas estorvos à parte, a tarde/noite foi maravilhosa, muita chuva, Boazinha, conhaques e os amigos que me fizeram muito bem.. e depois de uma noite triste de sexta, nada como um sabado para alegrar. E ontem me superei no quesito fotos. AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAHAHAH. Mais uma vez agradeço a todos pelo prazer de tê-los ao meu lado.

sábado, 23 de maio de 2009

Amigos


É algumas coisas retardam em acontecer, mas não sou de baixar a guarda. A vida continua e isso não abala a felicidade que tomou conta de mim durante a semana. É reconfortante ler amigos agradecerem por uma ajuda que dei ou até mesmo de ler algo do tipo: "eu jamais esperei que você tivesse uma força assim, você surpreende". Ouvir coisas assim não é a toa e isso me animou muito. Aliás isso é um bálsamo que alivia qualquer dor que possa vir a ter pelo menos por um período de dois anos. E tão cedo ninguém me verá triste, porque o nome da minha felicidade tem vários nomes...
E mais tarde vai rolar um hardcore e como estarei com pessoas que gosto, vai ser muito bom.

domingo, 17 de maio de 2009

Filiz

Não sei o que me acontece, que pensamentos são esses que me prendiam ao que era impossivel de ser ou ter. Mas algo dentro de mim mudou. Sei que não posso ser egoísta e pensar apenas nas coisas que EU quero. e se a outra parte não querer e se não for pra ser? É legal se sentir alguém. Paquerar sem envolvimentos. Preciso de mais noites iguais ou parecidas com a de sexta. Ter uma noite só pra mim, não me importar com pequenas coisas que me façam ficar triste, mas dar valor a pequenas coisas que fazem grandes diferença.
Sair com pessoas amigas me fez bem, meus amigos e amigas me fazem bem. E fico triste quando vejo alguns deles tristes. Mas todos têm seus problemas e tenho que respeitar esse momento. Queria cantar a música do Rei: "eu quero ter um milhão de amigos.. ♫". Tô carente, ahahahahahaha
Amanhã começa o curso de analises e planejamento financeiro, pelo SEBRAE. Isso vai me fazer ocupar a mente e me ajudar a conseguir um emprego melhor. Amanhã também vai rolar cinema.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Dúvidas certas


Sim, estou rodeada de dúvidas e incertezas. Não sei mais o que quero.. o que sonho ou o que desejo. Começo a temer pelo que pode acontecer, mesmo sem tentar. Chega de decepções, desilusões e tudo que possa vim a me machucar.. depois de construir uma historia em um sonho. De tentar imaginar como que seria o gosto, o toque. Sim, penso em abrir mão de tudo, desistir é mais fácil. Mas também não é isso o que quero. Também quero tentar.. mas me sinto fraca. Tenho reagir a tudo isso.
Até meu corpo reagiu a tudo isso que estou sentindo. Tudo é psicológico, eu sei.

domingo, 10 de maio de 2009

Um peito que dói.


Acordei com uma dor horrivel no peito. Tento respirar dói.. se dou risada dói. Já dormi a tarde toda, acordei e advinha?? A dor ainda tá aqui no peito. Espero que não seja um desses avisos divinos que sempre aparece pra mim.. Espero de coração [e a dor é no peito esquerdo] que seja apenas gases [se bem que hj bebi duas latinhas de coca-cola...]

sábado, 9 de maio de 2009

Felicidade


Não sei se é passageiro ou momentaneo ou se será duradouro. Só sei que me sinto bem, apesar de estar dormindo demais [me sinto um urso hibernando pra estocar gordura.. rsrs]. Uma das causas da felicidade são os amigos que me rodeiam.
É isso!

domingo, 3 de maio de 2009

Reação


Depois de uma semana me sentindo a mosca do cocô do cavalo do bandido, eis que me sinto melhor. Em resumo: fiquei péssima após receber o resultado da minha recisão e os planos que eu tinha em mente, nenhum deles seriam realizados. Fora outros fatores que iam se desencadeando ao mesmo tempo. Não tive reação pra nada, apenas me afundei na fossa. Sem vontade para fazer nada, nem mesmo o de escrever meu livro. Mas, algumas pessoas que gostam de mim, conversaram comigo pela net. E esses desabafos me fizeram sentir melhor. Obrigada a Rapha , Cy e Biel.
Ontem saí um pouco, ri bastante, mesmo sem beber. E hoje já começa uma nova etapa, me inscrevi em palestra, em curso a Ensino a Distância, tudo voltado para a minha área de Administração. É hora da batalha e de levantar a cabeça.
E Junho vem aí.


segunda-feira, 27 de abril de 2009

Dor de cabeça


Não consigo pensar em nada, minha cabeça dói demais. Já me mediquei, já cochilei, mas nada disso adiantou. Vou dormir mais cedo.

É isso.

sábado, 25 de abril de 2009

Bienal



Bem, o dia amanheceu com sol. Ontem rolou Bienal e vocês acreditam que não achei um livro pra comprar??? O evento poderia ter sido melhor, um pouco mais organizado, mas valeu a pena. Tinha uma "Praça do cordel" onde tinha alguns poetas recitando suas poesias. Fiquei com uma pontinha de raiva por ouvir coisas que se encaixavam no dadaismo. Não sei se é a modestia que toma conta de mim, mas eu escrevo também, pow. Ainda vou voltar a alimentar meu sonho de escrever meu livro. Mesmo que seja para ficar encalhado em algum sebo. Ah, fui na Bienal com Biel e nos divertimos um pouco. Diversão mesmo foi em colinas, primeiro quando encontramos Ciça e ficamos sabendo de algumas historias que vagueam na cabeça de Wendel. Depois eis que chega Deus, resenha a noite toda. e ainda peguei a BR para voltar pra Salvador.


Meu que vício é o twitter, cada vez mais adoro aquilo.

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Dias de sei lá


É, sei lá o que anda acontecendo comigo. Tinha planos para ir a palestras, de ir na Bienal.. me encher de cultura, mas depois que começou a chover, só me enchi de preguiça e vontade de ficar em casa, curtindo um nada a fazer. E nesse curtir um nada a fazer, fico na net de bobeira e nessa de ficar de bobeira, conheci o twitter. [http://twitter.com/mamontes] e esse negócio parece legal. Vamos ver no que vai dar. Por enquanto tô aprendendo a usar essa ferramenta, parece ser legal. Parece um diário e todo mundo conversa com todo mundo sem precisar ingressar em uma comunidade ou algo assim, parece mais comentários de fotos em orkut. E falando de redes de relacionamento, me basta o orkut, [http://www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?uid=3340585599103568767&rl=t] é.. chega de propaganda de meus perfis e afins.
Tudo o que eu mais queria nesse momento, era que minha cólica passasse, minha enxaqueca sumisse e que entrasse dinheiro em minha conta sem eu ter que precisar de trabalhar [mera ilusão eu sei]. Pelo menos já assisti a dois filmes. E que venha mais cinema. que venha mais show e que venha com isso a minha falência. Preciso mesmo descansar e colocar a cabeça no lugar.
No post anterior esqueci de falar que no buteco que fui com Biel.. tinha um carinha tocando um mini-acordeom.. onde esse mundo vai parar.

Bom por hoje é apenas isso. E que caia mais chuva nesse mundão de meu Deus.

terça-feira, 21 de abril de 2009

Dias de chuva


Dias de chuva me faz refletir sobre o que eu quero da vida. É tão bom ficar em casa, olhando o tempo pela janela e pensando: e agora? o que faço? por onde começo? Estou assim cheia de dúvidas, mas consigo me divertir. Tudo que mais preciso no momento é descansar um pouco e nada como um tempo frio. sinto falta de algumas pessoas que estão se afastando de mim e eu nem sei qual o motivo desse afastamento.

E anoitece e o frio aumenta, vontade de deitar na cama e ler um livro, mas o vício da internet me prende e não sei mais como me curar disso.


Ontem rolou cinema com Biel e foi muito divertido, começando pelo engarrafamento dentro do estacionamento. Passamos por três shoppings, comemos pizza e ainda tive um certo "medo" assistindo o filme.. mas essa parte eu pulo. Encerramos a noite com a Boazinha, nem ia beber, mas não sei resistir. Tá certo que derrubei meu copo antes de todos...

sábado, 18 de abril de 2009

Carência

Dia de chuva, como esperei depois de tantos dias quentes por um dia assim. E uma das coisas que mais amo é dirigir na chuva [e passei o dia quase todo assim: dirigindo *-*], bom seria se The Doors tivesse rolando no som.. ia ficar perfeito, perfeito não, divino. E que amanhã tenha mais um dia frio como o de hoje.
Aproveitei bem alguns dias descansando, mas no fundo sinto uma certa preocupação, sei que devo pensar em falhas e sim que ainda não consegui. E nem quero muito pensar nisso pra não começar a acreditar que sou uma inutil. E os pensamrntos possuem força de atração.
A noite fiquei com o corpo em casa e o pensamento no show...
Algumas coisas se passam em minha cabeça. Um turbilhão de pensamentos confusos e certeiros para me deixar enlouquecida. Sinto apenas, no momento, uma falta de colo e nada mais. Sei que é fase e isso vai passar.

domingo, 12 de abril de 2009

100

Saber fazer amigos e estar ao meio deles, rindo, conversando, bebendo, jogando e com diversão; esse foi meu sábado de aleluia. E fico pensando, nem conheço o pessoal há muito tempo e fui bem recebida. Creio que o carinho, a atenção que se é dada e prestada fazem a diferença, um sentimento que preservo e faço questão de estar sempre regando é o da amizade. Mesmo tendo alguns amigos distantes, outros brigados. Também não é fácil agradar a todos e nem ser agradada.

E nesse atual momento, sinto que tenho que me afastar de algumas pessoas para não sofrer mais. Por mais que goste deles como uma segunda familia, com quem convivi por muitos anos... uma emoção que nem consigo mais descrever. Apenas dizer que dá uma dor no peito e uma saudade imensa de tudo. E assistindo a uma repostagem do fantástico, fiquei com uma pergunta na cabeça: "Qual memória você gostaria de apagar da sua mente?" Eu apagaria sete anos da minha vida.

Bem.. ter amigos é tudo, é o mais precioso tesouro que tenho em minha vida e isso supera qualquer sentimento de amor, raiva, ódio, saudade.

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Páscoa

E viva o vinho! ele vai me fazer dormir durante todo o dia de sexta-feira. Estarei isolada e sonhando.. hehehee

quarta-feira, 8 de abril de 2009

o que sou?

           

Isso foi o que me perguntei durante todo o dia: o que realmente eu sou?  Será que me conheço o suficiente? Das coisas que sou capaz de fazer? Sou uma mulher carregada de incertezas, de medos.. entretanto também tenho minhas certezas e vitória. Sonho em seguir projeções  e metas traçadas nos pensamentos, tá certo, na maioria das vezes me desvirtuo do que planejo, mas sempre chega um momento em que tenho que colocar os pés no chão e parar de sonhar. Eis que vivo nesse momento.

   

Chega de ficar a esmo, como um barco à deriva, sem direção. Não quero mais hesitar nas minhas escolhas, queria apenas me sentir menos complicada que ontem. Hermetisma, assim que me sinto hoje, estou sempre em busca de algo que nunca encontro.. 

             

Mas, finalmente, o que eu sou? Hoje sei que sou apenas uma desempregada, também sou guerreira e algumas pessoas que se importam comigo. Obrigada a vocês, sempre..

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Mundo surreal

         

Ai, já não sei mais o que fazer e nem o que seguir no quesito coração. Foda demais isso. Tô tomando aversão a algumas pessoas, às vezes acho que não me encaixo no mundo de ninguem. Hoje foi meu primeiro dia útil no desemprego, mas parecia um dia de folga. Mas ainda quero descansar uns dias e depois cair na batalha de fazer cursos.

Cada dia que passa me apaixono mais por Xuuu

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Livre

               
                
                                  
O que é a liberdade? Antigamente era um sentimento de salvação para escravos, pessoas essas que eram aprisionadas em suas residências, mandados em navios para colonias para servir de mão-de-obra, separados de suas famílias, sem lar, sem aconchego, sem vida. O que tem a ver o que estou escrevendo??? Era assim que eu me sentia em relação ao trabalho em callcenter. Lá me sentia uma escrava e agora me sinto livre. Já não me sentia feliz, mas você deve se perguntar "então porque trabalhou lá??" Te respondo, eu achava que poderia crescer dentro da empresa.. tentei e não consegui. Já não me sentia mais feliz e isso conta muito no rendimento do trabalho. conheci muitas pessoas interessantes, vou lembrar com imensa saudade de tudo o que passei por lá, de quando entrei, dos treinamentos, de colegas de trabalho, de supervisores e dos amigos que lá conheci. Sim, hoje terminei de cumprir minha jornada de trabalho e agora sou mais um número que faz parte do desemprego.
               
                    
Mas não estou triste, estou pronta para novos desafios e essa foi a meta que trilhei para o ano de 2009. Inovando e vivendo um dia chego ao meu paraíso. Agora é pesquisar cursos e não me acomodar. Vamo que vamo que o ano tá apenas começando!
                     
            
P.S Estou de volta ao blog!
                     
                   

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Carnaval

       

      

"Já é carnaval cidade..." Esse é o clima que toma conta da cidade, pessoas saindo para se divertir, dançar, beijar na boca e ser feliz. E eu que gostava tanto dessa festa, pelo fato de ter ficado 7 anos trancafiada em uma fazenda, perdi aquela magia que me acompanhava, vi que muita coisa mudou e não consegui acompanhar o ritmo. O que vi da última vez que fui "matar as saudades" foram muitos camarotes e só se diverte com paz sem empurra-empurra quem tem dinheiro para comprar um dia de camarote, como eu não tenho e nem quero me "enfiar" no meio da confusão, acompanho tudo da tv, bebendo uma gelada e sem gastar dinheiro e nem perder meu sono. Tá eu sei que não é a mesma coisa, mas prefiro descansar e tentar colocar o pensamento em ordem. Sim, ainda me sinto desanimada e nem essa festa maravilhosa me faz sair de casa, desliguei até os celulares para a tentação não me chamar pra rua. 

        

Tudo o que mais quero no momento é mudar de emprego e ter uma estabilidade financeira, porque isso sim tá me deixando louca e insatisfeita, sem alegria para nada. Mas não pensem que fiquei em casa todos os dias, teve um dia que saí para ver o rock rolar solto, de graça e sem aquela muvuca briguenta. Foi uma noite de paz e sem confusão.

     Êa!

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Piercing

           
     
Sim hoje eu coloquei o meu! E por conta disso terei que abrir mão de comer camarão, lambretas, presunto, resumindo, tudo o que possa vim a inflamar o piercing no periodo de cicatrização que leva de dois meses a um ano. Ahhh.. ficou muito lindo e tô adorando meu novo acessório, mas tô imaginando como que vai ser minha primeira noite sem poder virar a cara pro outro lado.. deve doer... espero que consiga dormir bem.. e que  a insonia não me ataque.
E só porque não posso, tô com desejo de comer lambreta, chocolate... nham, nham, nham
           

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Por enquanto..

        

.. amar não vale a pena. O momento é de concentração para a procura de um novo emprego e não quero me distanciar desse pensamento. Se eu quero fazer diferente tenho que arriscar e me liertar dessa vida.

           

             

E tenho dito!

        

domingo, 25 de janeiro de 2009

Se afastar é coisa para fracos...

    

Blehhh.. tentei me afastar mas nem consegui, fiquei com muitas saudades daqui dessa vida cibernética e que me serve de terapia.  Finalmente tô conseguindo me ajudar, essa distância de não ver e não ter contato até que ajuda um pouco. Floral de Bach também tá me ajudando muito, minha terapia nas essências para que eu me sinta forte e curada, tá pode ser placebo ou o que for, mas em alguma coisa tenho que ter fé e acreditar que algo de bom vai me acontecer.

Espero que consiga me sair do que é velho para deixar o novo entrar. Falo isso com relação a todos os campos, principalmente o financeiro. Cada dia tenho mais certeza que não me sinto feliz no meu ambiente de trabalho, ali já deu tudo o que tinha que dar e nem consigo mais esconder de ninguém a infelicidade que é estar lá: minha cara e ânimo me entregam.

Quero muito agradecer às pessoas que estão me ajudando nesse momento em queprecisei de ajudar, mesmo sem pedir. Vocês são um tesouro que deve ser semrpe agradecido e abençoado por terem sido cruzados no meu caminho. Obrigada mesmo, mesmo sabendo que a grande maioria não vai ler isso.. hehehehe

Mas Março vem aí.. e espero que dessa vez aconteça!

 

 

sábado, 17 de janeiro de 2009

Dando um tempo

      

    

Vou sumir por aqui.. ficar um tempo sem pc.. sem net... e viver um pouco a realidade, tentando manter a cabeça no lugar.

       

Volto em breve!

        

sábado, 3 de janeiro de 2009

Nada de amar

     

   

O que é então o amor?  Um sentimento de mentira, ilusão que se transforma em dor? Não sei, pra mim essas histórias tem sido repetitivas. Penso que devo ter feito algo de muito ruim na minha vida passada e que por causa disso devo estar pagando pelos erros cometidos e estar sofrendo tanto nessa encarnação. Aceito tudo com resignação porque sei que quando reconhecemos nossos erros o mundo se transforma. Mas nessa vida não sei quais são os meus erros cometidos, minhas falhas  lançadas. sinto apenas a necessidade de ser feliz e encontrar alguém que me dê colo nesse mundão de Meu Deus.

     

   

No momento sinto uma dor forte no peito, uma agústia que teima em passar. Por mais que não tenha feito planos juntos e tenha sido algo de dez dias.. foi intenso e por um momento acreditei que era tão verdadeiro que me fazia sonhar. Entretanto a realidade maligna e cruel me fez ver mais uma vez que estar apaixonada não é para mim, tenho mesmo é que me tornar uma pessoa fria, sem sentimentos, que isso não é pra mim. 

   

  

Quero pra 2009 um emprego novo, novos amigos, conservar os amigos verdadeiros, conhecer os amigos virtuais, cuidar da mente e do corpo e não acreditar mais nas coisas do coração. 

  

  

é isso aí...