quinta-feira, 19 de abril de 2007

Foda???

Tá tudo muito foda!

Foda de continuar ganhando uma mixaria, foda de não conseguir um outro trabalho, foda nessa vidinha em que nada acontece... que merda.. queria ter a coragem de não ligar para o que acontece ao meu redor, ser uma mulher mais fria, esquecer do significado da palavra sentimento e ter uma ambição de vida.. correr atrás apenas das coisas que me dê prazer ou que me enalteça.. mas não, tenho que me importar com os problemas gerais que ando tendo em casa.. continuar naquele trabalho onde a pressão é a força motriz de tudo.. muito foda.. assim não dá pra continuar...

e ainda tem o lado sentimento.. ser apaixonada por uma pessoa desconhecida , sofrer os riscos e gostar(!!!?) de estar enfrentando os medos, os desafios.. quanto mais dificil e impossivel, eu mergulho.. já tentei por diversas vezes esquecer, sumir, apagar isso, mas não consigo é forte e intenso... resumindo: o desconhecido é muito misterioso e isso é o q me atrai.. eu cheguei a meditar sobre isso, é um risco q estou correndo, mas o desafio me fascina.. se ele tivesse por perto, já teria fugido dele, mas pelo fato de não ter como fugir.. esse sentimento cresce avassalador dentro de mim, não é facil.. tem q ter uma estrutura muito forte.. e olha q sempre fui fraca, nem eu tô me reconhecendo...

Fora o fantasma do passado.. q vejo cada dia mais se dando mal e ainda diz q tá feliz? feliz com q??? se desfazendo das coisas q ajudei a construir? de estar mais fudido do que eu ???


tô passando por um momento confuso.. acabei misturando todos os problemas em um.. não consigo mais distinguir nada de coisa alguma..

parei .. preciso recuperar meu folego, pra continuar seguindo em frente.. novos problemas ainda surgirão.. talvez menores ou até piores... o bom de tudo é saber que tenho amigos.. poucos, mas de grande significado...
amigos obrigada por tudo!



P.S. hj é dia de fumar o cachimbo da paz.. feliz dia do ìndio...

P.S. 2 : Segunda feira foi um dia de emoção no trânsito.. eu e Tica.. alegres e sorridentes no carro.. uma chuva começa do nada, o sol ainda aparecia.. e de repente, não mais q de repente.. o carro derrapa no asfalto.. com um leve toque q dei no freio.. tentei controlar o carro, mas ele deu uma batida no meio fio e fomos arremessadas pra outra pista, mas consegui controlar e parar o carro.. bem em cima do outro carro.. ahh e sem falar que teve a sonoplastia de carro freando.. e Tica [ela chegou até a tirar o cinto.. será que ela queria se jogar pela janela do carro??? até agora não entendi.. fazer o quê?] já se vendo do outro lado da pista, com o carro batido no poste e ela sendo enterrada na baixa de quintas [o cemiterio particular mais pobre de salvador] é, meus amigos.. vivendo com emoção e nem pensem q sou barbeira,, pq se assim eu fosse.. eu não estaria aqui contando essa historia.. vcs estariam me visitando agora em um hospital.. pq Tica se matou.. e eu não.. heheheheheh

4 comentários:

  1. Se vc fosse barbeira... estaria ao menos na Barbearia do meu pai...

    ResponderExcluir
  2. Paixão por gente desconhecida não dá não....cai foraaaaa

    Adorei esse blog..
    Bjusss

    ResponderExcluir
  3. hahaha...desabafo hein !

    aposto que tem mais ainda por vir rs... mas desta vez é coisa boa !

    ResponderExcluir
  4. eu q sei aff..até hj me pergunto, pq tirei o cinto!?

    ResponderExcluir

Obrigada por ter lido e pelo comentário

Bjins